30 dezembro, 2011

Não tem cabimento!

Compartilhe!

Não tem cabimento

Meu país
Chega de Rodeios!
  • Duendearteiro

    Não tem cabimento, mesmo! Um sofá não cabe nestes contentores de lixo… Não tem cabimento, também, por ser enorme, o desrespeito aos seus semelhantes que indivíduos de nossa espécie animal praticam, sem pudor algum. Será que, em suas mentes diminutas supõem que alguma ave de rapina venha aproveitar-se daquilo que lhes não serve mais?
    P.S. – Tomei conhecimento hoje e gostei! O sítio virtual está muito bom! Parabéns!

  • Beto Fidler

    Parece clichê mas tem cabimento: “Cidade limpa não é a que mais se varre, mas a que menos se suja.”

  • Tânia Teresinha Lopes

    Oi, Maucio
    Não tem cabimento mesmo, até pq várias casas queimaram nesses dias…Era só tel. p a Prefeitura que davam destino certo para essas coisas. Dando um trato” serviam por um tempo.

    • Máucio

      Tânia, por email, a Jane Pizarro disse o seguinte:
      ¨Maucio.O meu comentário sobre o lixo vai via email.Não consegui responder de outra maneira.É um horror ver como as pessoas não têm educação com relação ao lixo,aos móveis que não querem mais…Ontem mesmo eu li no teu Quintal que com todos estes incendios que acontecem diariamente,garanto que os móveis colocados no lixo serviriam,por algum tempo,para quem perdeu tudo,para quem ficou sem nada.Outra coisa que precisamos é descobrir o endereço para onde mandar os respectivos móveis,cadeiras,camas,sofás,etc.Boa idéia teres abordado este tema.FORÇA! JANE PIZARRO(membro da CAPOSM e a joanadarc acima).¨

  • João da Fontoura e Souza Neto

    Olá Máucio!!! Meus parabéns pelo site! Precisamos ter ousadia e publicar fatos polêmicos de nossa cidade e que infelizmente convivemos diariamente ( muitas vezes pela repetição de agressões não nos damos por conta ). Mas há solução para isso, além da educação de nossa população, é preciso vontade política. Quem está no poder teria que denunciar e agir. Enquanto isso não acontece, o cidadão é quem faz Como você!!! Abraços do amigo Tetê!!!

  • Salette Mafalda

    Maucio!!
    Não tem cabimento, a visualidade da cidade é comprometida pela imagem do lixo, mas, para mim, o mais preocupante é o que está por trás disso tudo, a cena é típica da sociedade de consumo, o lixo produzido é o excesso de coisas adquiridas, as pessoas geralmente consomem mais do que nescessitam, a sociedade capitalista adota a obsolescência como sinônimo de prosperidade, as compras são feitas de maneira inconsciente, isso é, as pessoas não conseguem ver as consequências de seus atos, falta educação e crítica… os 3Rs não fazem parte do cotidiano… portanto, está na hora de uma mudança total de comportamento, que só será possível por meio de campanhas de educação. Abraço, Salette.

  • Haydée S. Hostin Lima

    Maucio: é horrivel, mas é verdade. A falta de respeito e educação da população é gritante. Campanhas educacionais não seriam bem vindas? Uns dez anos de campanha seriam um bom inicio! Abraços Haydée

  • Regina Biacchi Emanuelli

    Maucio amigo!
    Diariamente encontramos situações como as que registraste, nas ruas de Santa Maria. É revoltante constatar a falta de educação das pessoas que assim agem. Cidade culta é cidade limpa. E cidade limpa depende da colaboração de todos, do valor dado ao que a nós pertence .
    Campanhas de conscientização devem ser contínuas, diárias, na família, na escola, nas ruas, na internet………..E estás fazendo a tua parte.Parabéns!
    Abraços,
    Regina

  • maria da graça K callegaro

    Também concordo:
    Os móveis não cabem no “container” e não nos cabe deixar o que ali não cabe exposto na rua…. nos cabe procurar uma destinação mais adequada!

    Vamos procurando aprender!

    Valeu, Máucio
    Um abraço
    Maria da Graça

  • maria da graça K callegaro

    Ah, Máucio,
    Bem simpático o seu blog!
    beijoca
    MGraça

  • http://adedeycastro.com João Marcos Adede y Castro

    Maúcio, parabéns pela iniciativa. É claro que deverá haver um aumento da fiscalização por parte do Poder Público, mas convenhamos que é virtualmente impossível controlar estas barbaridades se a comunidade não tiver consciência de suas responsabilidades. Só não é lixo doméstico, de forma que o Município não está obrigado a recolher. Falta educação, sem dúvida. Parabéns, mais uma vez.

  • Fabiana Pereira

    Máucio,
    primeiro parabéns pelo blog… um espaço para abordar assuntos do nosso dia a dia e que passam batidos, pois embora pensamos não externamos as idéias.
    Segundo, absurdo é pouco para essas fotos… concordo plenamente. Além da consciência individual de que cada um é responsável pelo lixo que produz, falta também informação sobre como fazer descarte de móveis e eletrodométicos, seja de grande ou pequeno porte, para que não fiquem se acumulando em nossas garajens… (como eu faço com o que já não tem condições de reaproveitamento). Quem sabe alguém possa postar aqui no blog os contatos de quem dá destino a esse tipo de material? É a prefeitura? São as associações? E material que realmente já não tem mais concerto e uso, devem ir para onde? Eu tenho muitas dúvidas… e peço ajuda.

    Grande abraço,

    Fabi