15 novembro, 2011

Por que quintal?

Compartilhe!

Primeiro porque ele existe, está logo ali debaixo da janela. E nessa época do ano está um esplendor. É nele que revejo o mundo inteiro, a partir do microcosmo: dos micóbrios, das formigas, das tesourinhas…

 

Trevo Trivial
Primeiro Post
  • paula

    adorei o teu comentario sobre o quintal, uma vez li num texto de uma tese, uma professora dizendo que as crianças devem ser estimuladas a brincar na natureza, onde tudo é infinitamente grande, infinitamente pequeno infinitamente multiplo,,,,, vou colocar o teu site num blog que estou envolvida aqui em Milão, da editora Callis ai do Brasil

    • yara souza

      Entro no teu quintal justo quando ia perguntar a respeito das agitações das artes .Plenamente respondida.Vou passear mais por aqui.bjo.

  • http://Cartuns Joacir Dias Xavier

    Máucio, muito bom teus cartuns, apesar de conhecê-los todos…

    Oscar Tum deveria ser um prêmio para os melhores cartuns do mundo…

    Grande abraço

  • Eliana Ventorini

    Maucio!

    Coisa boa rever teus cartuns, conhecer os novos, os poemas e tudo mais! O website tá bonito, “clean”, bom de navegar (a gente praticamente “desliza”, rsrsr).

    Que bom saber que o Cartucho continua! Caramba, já tem 8 anos! :0

    Já salvei o site nos meus favoritos!

    Abração

  • Cenira

    Parabéns professor pela bela iniciativa e criatividade. ah, não esqueça que devemos puplicar no lattes, abrço
    Cenira

  • Oristela Alves

    oi Maucio

    Olhei tudo por aqui!! e achei bárbaro como tdo que fazes!! Parabéns querido amigo, que Deus continue abençoando e deixando mais lindo teu “Quintal”..bjãoo

  • marco lima

    Maucio,
    Estou iniciando o contato com sua obra e digo-lhe que estou gostando muito. Achei a informação sobre a menor praça muito apropriada, principalmente nesse país de coisas sempre tão grandes. Estou começando a VER o humor do riograndense, antes somente LER sobre ele.
    De bom gosto afirmo. Sou da terra do Drumond mas minha grande paixão na poesia é o Quintana, vá entender. Vejo que temos alguns nomes em comum para designar as coisas e outros totalmente distintos. É isso que me diverte. Continuarei navegando pelo site pois aprendi com o Pessoa que navegar é preciso. Abraço grande.

  • Ivone Mendes Richter

    Querido Maucio

    Adorei o teu quintal, assim como todo o site! Foi muito bom te “rever”, como evoluiste artisticamente e, ao mesmo tempo, como és sempre o mesmo, cheio de entusiasmo, idéias criativas e repletas da melhor ARTE.
    Tua explicação para o quintal faz a gente sonhar, os cartuns fazem rir e pensar.
    Convidei meu netinho de 11 anos para explorar o site comigo e foi um passeio delicioso, encontramos muitas risadas juntos e me lembrei do tempo em que eu era uma professora que adorava os alunos, naquele curso de Comunicação Visual, e como nos divertíamos juntos.
    O projeto dos carrinhos de lomba vão muito nessa direção, do se divertir com os alunos.
    Beijos carinhosos da tua fã de sempre
    Ivone

  • Cesar Roberto Brixner

    Pois é meu caro Maucio!
    Esse quintal seria na saída-fundos do acolhedor Maucios Bar?
    Teu “habitat- stúdio” é inspirado e inspirador.
    Não é a toa que a arte te escolheu para nos encantar.

    do Conta-gotas,pg. 40:
    A imaginação torna-se mais fértil
    quanto menor for nosso quintal.

    Um fraterno abraço ao amigo, de família para “família”!!!

    • admin

      Então creio que não devia passar de uma xícara de porcelana o quintal do Quintana.
      Abraço, amigo Cesar.